Quais os benefícios da gestão de ativos.

O que é Gestão de Ativos?

Para as empresas que têm por objetivo operar no máximo da sua eficiência, a implantação da gestão de ativos se torna um item obrigatório. Seu objetivo é interromper as perdas, criar e manter valor. 

A gestão de ativos ou, em inglês Enterprise Asset Management (EAM), realiza o gerenciamento dos ativos para a obtenção dos melhores resultados, para potencializar os ganhos a partir dos ativos.

Compreendendo os termos e objetivos

Por ativos, compreende-se os bens de uma empresa que possuem um valor tangível ou intangível, atual ou futuro. Desta forma, representa um conceito amplo que inclui equipamentos, veículos, instalações prediais, softwares, marcas, patentes, conhecimento, ações, valores a receber, entre outros. De modo suscinto, os ativos são o patrimônio da empresa.

Se adotamos o exemplo de uma planta industrial, os ativos compreendem as máquinas, os instrumentos, os veículos, as ferramentas, as próprias instalações prediais e industriais, os softwares adquiridos, as patentes registradas e até o conhecimento a respeito da produção.

A gestão de ativos é o modo como a organização trata os ativos de modo a maximizar seus resultados, que podem ser operacionais e financeiros. Em outras palavras, é a gestão para extrair o máximo de valor gerado pelo conjunto de ativos, com atividades sistemáticas e coordenadas. A gestão de ativos age também no sentido de manter o valor do patrimônio de uma empresa.

Por que investir em Gestão de Ativos?

A gestão de ativos se desdobra em dois eixos relativos à administração de valor. O primeiro eixo, cujo foco é o ciclo de vida, pretende prolongar a vida útil do ativo e aumentar o seu desempenho operacional. O segundo eixo, cujo foco é a análise e prevenção de falhas, busca eliminar falhas e aumentar a disponibilidade da operação.  

Referente à administração da falha, a gestão de ativos acontece no planejamento e execução das manutenções preventivas e corretivas.

As ações da gestão de ativos trazem os seguintes benefícios:
  1. Aumento da vida útil;
  2. Redução de gastos com peças e mão de obra de manutenção;
  3. Redução das paradas não programadas;
  4. Redução de acidentes;
  5. Aumento da disponibilidade para a operação;
  6. Aumento da produtividade;
  7. Disponibilidade de indicadores de produção em tempo real.
Image

Estudos comprovam que processos estruturados de gestão de ativos refletem na cadeia de custos das empresas com alcance de benefícios conforme dados abaixo da ABRAMAN (Associação Brasileira de Manutenção):

  • 10% na redução em bonificação de seguros;
  • 20% redução de custos de operação e manutenção;
  • 22% aumento na disponibilidade da planta;
  • 25% na redução de paradas forçadas.   

A excelência na operação dos ativos é a alcançada por meio de uma visão integral do patrimônio, com ações efetivas e monitoramento de todos os processos interdependentes. Nesse contexto que surgem os sistemas de gestão de ativos, capazes de integrar informações de diversos sistemas com ferramentas de telemetria e Internet das Coisas ou IoT (Internet of Things), para que a tomada de decisões seja o mais célere possível.

 

Um sistema de gestão de ativos

Um sistema de gestão de ativos compreende algumas etapas como veremos a seguir.

1. Cadastro de Ativos

A primeira etapa de uma gestão de ativos eficiente é o mapeamento dos ativos da empresa, por exemplo, de uma planta industrial. Neste momento é feito o inventário dos ativos. Entre as informações do cadastro estão: tipo de ativo, localização, histórico de manutenções, peças e componentes, periodicidade de manutenções, substituição de peças e outros.

Os ativos podem estar cadastrados em um sistema ERP (Enterprise Resource Planning) que pode ter, entre outras, a funcionalidade de gerir os ativos. Caso o ERP não realize a gestão dos ativos adequadamente, outra opção é adotar um sistema especialista nesse tipo de gestão e realizar a integração de dados com o primeiro sistema.

2. Planejamento das Ações

Nesta etapa, se encontram as ações propriamente ditas para extrair valor dos ativos. Neste momento, são correlacionados os ativos, seus dados obtidos pela telemetria com os planos de manutenção preventiva e corretiva. Efetivamente, o monitoramento é realizado e as ações são tomadas para gerar valor com os ativos e prolongar essa geração de valor.

3. Analytics

Esta etapa é responsável por acompanhar os resultados em tempo real e na curva histórica, gerando dados úteis para a tomada de decisões. Importa aqui não somente a obtenção e registro das informações em um banco de dados ou Data Warehouse, e sim a construção de visões que agregam valor para decisões operacionais e estratégicas.  

Um sistema de gestão de ativos disponibilizada os dados relevantes em análises estatísticas, relatórios e recursos de mineração de dados a partir do Data Warehouse

 

Qual o futuro da gestão de ativos?

Quando o assunto é automação de processos, os diversos cenários convergem para a Internet das Coisas, mais conhecida pelo nome em inglês IoT (Internet of Things). Ela já é considerada pelo Instituto Gartner como uma das principais tendências do novo milênio.

A utilização dessa tecnologia é tão diversificada e disponível que não pode ser desconsiderada em qualquer projeto de automação que tenha como objetivo prontidão operacional, segurança, monitoramento em tempo real, predição, qualidade e redução de custos. Por isso, no futuro da gestão de ativos é incontornável o emprego de IoT em todas as suas modalidades.

Um dos principais desafios apontados por especialistas em manutenção de ativos em campo é a velocidade na identificação de ocorrências que agravam os efeitos nos equipamentos e, na maioria das vezes, causam indisponibilidades dos serviços prestados.

Em processos complexos que envolvem vários ativos e seus dados correlacionados, em caso de uma análise manual, o volume e agilidade das informações geradas quase inviabilizam a adoção de ações rápidas e eficientes para solução de falhas.

Nesse contexto, coloca-se em destaque a manutenção com características corretivas que são as mais onerosas e com maior impacto na disponibilidade dos ativos.

Com a Internet das Coisas (IoT) considerada na gestão de ativos, busca-se a excelência nos processos de manutenção. Essa nova tecnologia é uma aliada para alcançar o topo da eficiência nos resultados associando o monitoramento em tempo real com os programas de manutenção de caráter preventivo e preditivo. A gestão privilegia ações e intervenções antes que uma ocorrência possa trazer indisponibilidades operacionais.

Vale a pena uma revisão nos 3 tipos de manutenção definidos pela NBR-5462 sobre Confiabilidade e Mantenabilidade: manutenção corretiva, manutenção preventiva e manutenção preditiva.

A manutenção corretiva opera na correção de falhas. Ela age de modo reativo (e não preventivo), e pode implicar maiores prejuízos pela indisponibilidade do ativo e consequente perda de produção, e pelos custos de substituição de peças danificadas ou deterioradas.

manutenção preventiva, como sugerido pelo nome, objetiva a prevenção de problemas. Ela ocorre a partir de um cronograma com ações para evitar falhas e aumentar a vida útil de máquinas, ferramentas e instalações.  

Em último lugar está a manutenção preditiva, com o objetivo de antecipar problemas e reduzir custos. Ela ocorre na verificação regular dos ativos, se antecipando na definição do tempo de vida útil de partes e equipamentos. Esse tipo de manutenção reduz as intervenções corretivas, a ocorrência de falhas e a indisponibilidade da operação.
Image
E a gestão de ativos não é exatamente o ponto de chegada.

Historicamente partimos de uma gestão tradicional, passando pela gestão da manutenção, pela gestão de ativos (EAM - Enterprise Asset Management ) e estamos no rumo de uma gestão de desempenho de ativos (APM - Asset Performance Management).

De acordo com Gartner, a gestão de desempenho de ativos abrange os recursos de captura de dados, integração, visualização e análises articuladas para melhorar a confiabilidade e a disponibilidade dos ativos. Ela inclui os conceitos de monitoramento de estados, previsão preditiva e manutenção centrada na confiabilidade. 
Image
A eficácia de um sistema de gestão de ativos está na capacidade de capturar a informação a partir do uso de IoT e, de modo inteligente, convertê-las em conhecimento útil em tempo real para atuação das equipes de campo.

Através da automação, as empresas podem comparar dados em tempo real com tendências históricas para proporcionar uma gestão de ativos mais inteligente.

O conjunto de informações permite conhecer o estado dos ativos com base na sua utilização e nos fatores externos como o clima. As partes podem ser organizadas, programadas e instaladas automaticamente quando o fim do ciclo de vida se aproxima.

Como implementar a gestão de ativos?

Infelizmente, há muitas empresas que ainda não se deram conta da importância estratégica da gestão de ativos para seus resultados e postergam a sua implantação.  A maioria das pequenas e médias empresas ainda possuem baixa maturidade para os processos operacionais.

Sabendo que o futuro requer uma gestão de ativos inteligente e integrada à IoT, o que mais a organização precisa considerar?

A implementação da gestão de ativos deve envolver todos os níveis da organização, sob risco de não alcançar os resultados esperados. Essa gestão não está restrita a alguma área da empresa, mas exige o compromisso de todos, desde o setor de manutenção, de operação, de compras e os próprios gestores.

Além precisar do engajamento de vários setores, a comunicação ágil entre essas áreas envolvidas é parte fundamental da gestão.

Para finalizar, podemos dizer que a implantação da gestão de ativos realiza uma verdadeira mudança da cultura organizacional e fomenta melhorias contínuas nos processos. Ela é apenas o começo de uma trajetória de aperfeiçoamento constante e de busca por melhores resultados.

Newsletter Subscribe

Sistema MaxField

A plataforma MaxField disponibiliza soluções fim a fim para Field SalesField Service, com funcionalidades de despacho, agenda e gerenciamento on-line de visitas e serviços em campo.


MyLiveChat

© {2020} MaxProcess. All Rights Reserved. Powered by MaxProcess